Google Maps dá endereço do Templo de Salomão em busca por ‘anticristo’

TEMPLO DE SALOMÃO

O templo

A construção do centro religioso, inaugurado com pompa, com a presença de governadores e até mesmo da hoje presidente afastada Dilma Rousseff, envolveu diversas polêmicas. Em julho de 2014, uma investigação do Ministério Público estadual levantou a hipótese, após depoimentos de funcionários da construção, de que a obra havia sido feita em área com solo contaminado – parte do material teria sido despejado no terreno da USP Leste. Tanto a Prefeitura quanto a Igreja Universal afirmam que esse ponto já foi esclarecido, descartando a acusação.

Passada essa etapa das polêmicas envolvendo o templo, a promotoria passou a pressionar a igreja por várias melhorias no entorno do prédio, como a instalação de semáforos e rebaixamento de guias exigidos pela Secretaria Municipal de Transportes para compensar os impactos gerados pelo edifício à mobilidade da região. Após um ano de tratativas, a medida foi solucionada no final de agosto do ano passado, depois de o órgão emitir o Termo de Recebimento e Aceitação de Obras e Serviços (Trad), também necessário para a regularização definitiva.

Um ano após a inauguração, o Templo de Salomão ainda funcionava com alvará provisório. A licença temporária foi renovada ao menos três vezes pela Prefeitura de São Paulo.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Fonte: Último Segundo – iG 

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *